Páginas

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

O fim de Todas as Guerras

O Fim de Todas As Guerras
tavinho paes

anistiou-se: os perseguidos
desculpou-se: os algozes
reconciliaram-se: os combatentes...
e não foi suficiente!
o fim de todas as guerras
não vê inocentes nem culpados
nem civis nem soldados
entre traumas, dores e desilusões
a grande paz em todos os sentidos
quer ver oferecido e aceitos
em nenhum preconceitode corpo, alma e coração
a santíssima felicidade...o perdão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário