Páginas

terça-feira, 14 de abril de 2015

CAFÉ

Café
A desculpa
do passei aqui
do boato
da paixão
da ida e
da volta.
Pra quebrar o gelo.

Pra te ver.

A fiel bebida
do músico
do médico
do caminhoneiro
da mãe
do aluno
do professor
do poeta.

O dono
da insônia
da vontade
do verso
do nome
da poesia.

regina vilarinhos

EXPOSIÇÃO INSPIRAÇÕES

Está realmente muito linda!


 Escultura de Hugo Kruger

 Tela de Luiz Carlos Mazza


 Quadro de Ana Paula Carrupt


 Desenho de Ana Cristina Maciel


Escultura de Flávio Dutra



Os artistas


 Confira aqui!

 E qaqui!

ARTIFÍCIOS

Fugimos dos perfumes com máscaras.
Evitamos o toque com luvas.
Deixamos de ouvir usando tampões.
Calamos a palavra com mordaças.
Perdemos os sabores com dietas.

Até quando
não cheirar,
não tocar,
não ouvir,
calar e não saborear
o
Amor?

regina vilarinhos - 2015

CLASSIFICADOS PÓS-MODERNOS


Perde-se tempo nos escombros da alma.
Fala-se despautérios em público.
Aluga-se mastros para bandeiras rasgadas.
Conserta-se janelas para o céu.
Junta-se fragmentos das memórias nos olhos.

regina vilarinhos - 2015