Páginas

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Navegue neste mar de temores
e finja não entender os uivos do vento
os gritos das tempestades,
que atravessas de mãos dadas
com Netuno.
Quem te salva da dor?
Quem cura a ferida sangrenta?
Finja acreditar que sabes ler o céu cinzento.

Pertences ao inferno, esqueceste a tua ira.
Velas e lemes não te salvarão.


2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário