Páginas

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Dúvidas






Quem ou quê me ilumina
neste caminho tão perto de ser comum?

Por que tenho que procurar em alguma coisa
a culpa do que foi feito?

Por que mais fácil para os outros
do que para mim?

Quando que isso passa?

Será que a palavra que tenho em mãos
vai te salvar?

Será que quando você me ler
vai me salvar deste precipício?

Por que a corda que puxou a comida
não matou a fome de amor?

Por que o medo abriu a janela
e pediu socorro?

E se, ao invés da bomba,
fosse a mão de mãe a abrir a porta?

E se...

Um comentário:

  1. e se...
    o caminho fosse dourado!!!
    O que de manhã parecia fora do alcance, pode ficar mais próximo à tarde se você continuar em frente.
    Continue andando!!!
    Continue...
    bjs
    Chryz

    ResponderExcluir