Páginas

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Silêncios

Silêncios. Preciso mantê-los
enclausurados, perdidos.

Permanência?
Monotonia percebida.

Palavras manipuladas escamoteiam
verbos escondidos.

Olhos e lábios, calados.
Braços, encolhidos.

Pensamento queimando nas
veias, velas, ventos.

Outono.
Folhas.
Decadência?

Sábado perdi meus
sonhos, tremores e urgências.

Literatura...
amor...
perdura?

Nenhum comentário:

Postar um comentário