Páginas

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

O barulho da alma inquieta não te deixa ouvir a vida.
A brisa também é boa. Não se pode ver tempestade sempre

Nenhum comentário:

Postar um comentário