Páginas

domingo, 25 de outubro de 2015

Marcas na memória são difíceis de apagar. Uma foto que explique o sentimento exato também é difícil de encontrar, porque sentimos, vivemos, eternizamos. Mesmo assim, tentamos definir.
Aí, inventamos a saudade e passamos a depositar nela tudo o que vira lágrima.

Chão!
tudo pela frente.
Estrela!
tenho por cima.
Fé!
enche por dentro.
Água!
Limpa os olhos.
Amor!
Cura o tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário