Páginas

terça-feira, 28 de junho de 2016

FLIP 2016 e as vozes que são esquecidas

A programação da FLIP 2016 está voltada para a mulher e a poesia. Ana Cristina César é a homenagem deste ano.
Não vou desde 2015. Não tenho mais gás e energia pra ir, rodar pelas pedras, mostrar meu trabalho. Nem mesmo para a OFF FLIP tenho mais tanta vontade assim.
Mas hoje encontrei esta carta, que é importante divulgar e provocar o debate.

Carta aberta à Festa Literária de Paraty

Nenhum comentário:

Postar um comentário