Páginas

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Porto poema

quando ele chegar trazendo em seus olhos
meu porto
baixarei as velas na manhã

e no claro dia de minha alma
colocarei meu corpo ao seu lado
sem amarras, sem âncora

pois que nele só poderei chegar
nunca partir.


regina vilarinhos

4 comentários:

  1. sem âncoras, sem amarras...
    Isso é o Amor quando chega.
    Lindo!
    bjs
    Chryz

    ResponderExcluir
  2. sem amarras...sem âncoras...
    Pra mim isso é Amorrrr.
    bjs
    chryz

    ResponderExcluir
  3. sempre tem coisa linda por aqui!
    bjssss

    ResponderExcluir